Curso de Formação Para Novos Promotores de Justiça de Alagoas Terá o Racismo Como um dos Temas Abordados

A formação de operadores do Direito para lidar com as questões da população negra constitui prática fundamental à garantia dos direitos de nosso povo. Alguns aparelhos de justiça já instituíram alguma política de inclusão de pessoas negras em seus quadros (a exemplo dos Ministérios Públicos e do próprio sistema de Justiça). Por outro lado, faz-se necessário que os operadores do Direito de tais instituições possam ter o discernimento adequado aos problemas que acometem a população negra, de forma que a mesma não seja negligenciada em sua particularidade. Visando dar continuidade ao debate que temos realizado no âmbito do Direito e da Justiça, temos dialogado com a Escola Superior do Ministério Público de Alagoas (ESMAL) com o objetivo de inserir conteúdos referentes às nossas relações raciais nos processos formativos do MP. Nesse sentido, enquanto primeira experiência junto à instituição, estaremos debatendo o racismo e seus desdobramentos junto aos Promotores recém egressos no MP. Nosso objetivo com isso é tornar o debate referente ao nosso povo prática regular nas formações da instituição. O momento de formação será conduzido por Leandro Rosa, membro do INEG/AL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: